• Blog
  • Perfil
  • Política
  • Gerais
  • Imagens
  • Contato
Enquete


Nenhuma enquete.

Buscar
Untitled Document
23.04
20:17

Clóvis, irmão de Rosalba Ciarlini, declara apoio ao candidato Francisco José Jr.

Acaso ou força das circunstâncias, ciarlinismo no palanque do PSD

Pelo Twitter, o empresário Clóvis Ciarlini Filho, irmão da governadora Rosalba Ciarlini declara apoio ao candidato a prefeito, Francisco José Júnior, do PSD. 

Defecção, de peso, no “staff” da ex-prefeita Cláudia Regina, DEM, que ainda sonha com sua candidatura na eleição de 4 de maio, via liminar, autorizando o seu registro.

Mas, a posição de Clóvis Ciarlini, representa o pensamento da irmã-governadora e/ou é uma decição dele, isolada...a governadora se esforça para mostrar à opinião pública, que sim. E, via Twitter, fez questão de dizer que Cláudia é a sua “candidata”.

Palavras à parte, parte do rosalbismo, e o agora o ciarlinismo, caiu, de corpo e alma, na campanha de Silveira Júnior. E Cláudia, como fica? Não fica. Ela é uma detalhe.
23.04
19:53

Estado terá de repassar duodécimo no valor integral para o Ministério Público

Decisão de hoje, quarta-feira (23). O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte acatou o agravo do Ministério Público Estadual (MPE) para que o Governo do Estado repasse integralmente o valor do duodécimo para a Instituição. 

A liminar foi concedida na manhã desta quarta-feira (23), durante sessão do Pleno na sede do TJRN, em Natal. 

O relator do processo, desembargador Glauber Rêgo, tinha mantido a decisão de não conceder a liminar pedida pelo Ministério Público, mas foi derrotado no Pleno.

Apenas dois magistrados acompanharam o posicionamento de Glauber e sete votaram a favor do MPE. Resta saber se o Governo seguirá a decisão ou buscará outra saída jurídica.
23.04
19:41

Marcco quer “impeachment” de Rosalba

Entidade vê “quadro de absoluto desgoverno e não atendimento das necessidades da população”

Após alguns de trégua, a governadora Rosalba Ciarlini volta a viver o seu inferno astral. A chefe de Estado é alvo de um novo pedido de “impeachment” (afastamento do governo).

O Movimento Articulado de Combate à Corrupção (MARCCO/RN) apresentará amanhã (24), às 10h, um pedido de Impeachment contra a governadora Rosalba Ciarlini na Assembleia Legislativa. 

O grupo fará denúncia por supostos crimes de responsabilidade contra a governadora, decorrente do "quadro de absoluto desgoverno na sua gestão e do não atendimento das necessidades da população". 
23.04
18:40

Vereador Francisco Carlos reúne militância e mostra força política

Edil apoia e participa ativamente da campanha de Francisco José Júnior

Os candidatos a prefeito e vice de Mossoró na eleição suplementar do dia 4 de maio, pela Coligação Liderados pelo Povo, Francisco José Júnior (PSD) e Luiz Carlos (PT), foram recebidos na noite desta terça-feira, 22, em uma reunião com os amigos do vereador Francisco Carlos (PV). Centenas de pessoas estiveram presentes e transformaram o encontro em um comício.

Francisco Carlos reforçou o desejo das pessoas que ali estavam, em ver as melhorias continuarem. “As pessoas que estão aqui perceberam as melhorias na cidade, nesse pouco tempo que Francisco José Júnior está na prefeitura. É por isso que tanta gente veio aqui lhe receber e ouvi-lo”, disse o vereador do PV, partido que faz parte da coligação.

O candidato Francisco José Júnior agradeceu a confiança e garantiu que muito mais pode ser feito quando for efetivado. “Nesse tempo que estou prefeito, todos os dias tive problemas para resolver e tudo vem dando certo. Os serviços estão funcionando, mas sei que tenho muito mais a fazer, por isso peço a confiança de todos vocês para que votem 55 e me deixem seguir trabalhando como prefeito de Mossoró”, disse.
23.04
09:18

Pleno do TSE sem “novidades” sobre processos da eleição 2012, em Mossoró

Foi divulgada há instantes, a pauta de julgamentos do TSE da sessão ordinária desta quarta-feira (23). E não consta nenhum processo sobre as eleições de 2012 em Mossoró.

A expectativa é de que o Tribunal julgue, antes de 4 de maio, o mérito de ações de inelegibilidade que envolvem a ex-prefeita, Cláudia Regina (DEM), e a deputada estadual Larissa Rosado (PSB), então candidatas a prefeito nas eleições daquele ano.

Amanhã, o Tribunal Superior Eleitoral realizará a última Sessão Ordinária desta semana, mas a pauta de julgamentos da Plenária ainda não foi anunciada pela Corte Eleitoral.

23.04
08:55

Cláudia Regina bota “batata quente” para Amilcar Maia descascar no TRE

Desembargador negou Ação Cautelar e, agora, julgará Agravo Regimental

Caberá ao desembargador Amilcar Maia, presidente do TRE, julgar o Agravo de Instrumento da ex-prefeita Cláudia Regina (DEM), que busca uma liminar para participar da campanha suplementar de Mossoró, mesmo sem registro de candidatura. Na prática, a ex-prefeita botou uma “batata quente” nas mãos do presidente da Corte Eleitoral.

E pôs Amilcar Maia numa “sinuca de bico”. Na semana passada, o próprio Desembargador já negara a Cláudia uma liminar, via Ação Cautelar, para que ela pudesse participar da campanha eleitoral. 

Trocando em miúdos: A ex-prefeita quer que Amilcar desfaça, o que fez. Difícil, né.
23.04
08:43

‘Não tenho medo de enfrentar desafios para resolver problemas’, diz prefeito

Francisco José Júnior participou de atividade política, na terça, em Barrocas, junto com Fafá e lideranças

O prefeito/candidato Francisco José Júnior, da coligação “Luderados pelo Povo”, intensifica a agenda na campanha suplementar. Chegando ao bairro Barrocas, um dos pontos por qual percorre a caminhada da noite desta terça-feira, 22, ele falou aos líderes comunitários da região e aos eleitores que acompanham a movimentação, sobre seu desafio de administrar a cidade. 

“Quando acordei prefeito de Mossoró, me vi frente a um dos grandes desafios da minha vida, mas não pude me esquivar deste compromisso, que é o de lutar pelas melhorias da minha cidade. Eu não tenho medo de enfrentar desafios para resolver os problemas e por isso encaro essa missão com responsabilidade”, destacou o prefeito. 

E acrescentou ainda: “Estou pronto para continuar representando vocês na prefeitura”. Participaram da atividade política, a ex-prefeita Fafá Rosado (PMDB), o deputado estadual Leonardo Nogueira (DEM), e os vereadores Alex do Frango (PV), Jório Nogueira (PSD) e Genílson Alves (PTN).
23.04
06:37

Gazeta divulgará pesquisa, no sábado

Coleta de dados será concluída na quinta

Pesquisadores do Instituto Certus, de Natal, estão nas ruas de Mossoró. Entre ontem (terça-feira (22) e amanhã (quinta (24), os pesquisadores ouvirão 450 pessoas sobre suas preferenciais eleitorais com relação à eleição suplementar de 4 de maio.

De acordo com informações colhidas pelo blog, o resultado da pesquisa será divulgado pela Gazeta na edição de sábado (26). Então, vamos esperar pelo que dizem os eleitores.

22.04
20:17

Laurita na "sombra" de Cláudia. De novo

Caberá a Mistra do TSE, Laurita Vaz, analisar o mandado de segurança da coligação Força do Povo, tentando inserir a candidata Cláudia Regina, do DEM, na campanha municipal. A democrata teve o registro de candidatura indeferida pelo juiz eleitoral, Herval Sampaio.

O processo foi recebido pela Ministra às 18h04. A expectativa é de que ela julque-o a qualquer momento, já que os Ministros se encontram no TSE, agora à noite.

Mas a “Força do Povo” trabalha com a hipótese do recurso ser julgado ser julgado mais adiante. A Ministra Laurita Vaz é responsável pela relatoria dos processos relativos às eleições de 2012.

O ministro Henrique Neves foi sorteado para relatar o processo, mas alegou suspeição, já que o advogado que defende Cláudia é do escritório do seu irmão, ex-ministro do TSE, Fernando Neves

22.04
19:48

Governo Rosalba troca “porrete” pelo diálogo e evita paralisação de policiais

Diferente de anos atrás, governadora foge de conflito com servidores

Ao contrário da “lei da chibata” que predominava ao longo dos três primeiros anos de sua gestão, a governadora Rosalba Ciarlini adota, agora, às vésperas das eleições estaduais, uma postura “light” com relação aos servidores estaduais. Ao invés do “porrete”, diálogo.

Resultado, ao invés de greves, greves e mais greves, a gestora vem conseguindo domar as entidades de classe, atendo às revindicações das categorias. 

Foi o que aconteceu nesta terça-feira (22) com policias. Da perspectiva de greve geral, a categoria decidiu continuar trabalhando.

22.04
15:52

“Cláudia não pedirá suspensão da eleição”, afirma vice Canindé Maia

Companheiro de chapa de democrata, diz que ela "vai até o fim" e aguarda liminar do TSE para entrar na campanha

Ao menos por enquanto, a ex-prefeita Cláudia Regina (DEM) não pretende recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília, a fim de suspender a realização da eleição suplementar de quatro de maio. A declaração ao blog, com exclusividade, partiu do advogado e candidato a vice-prefeita, na chapa de Cláudia, Canindé Maia.

No início da tarde, na agência da Caixa Econômica Federal, afirmou que a coligação Força do Povo pretende ir até o fim na disputa eleitoral suplementar, e que não há indicativo de que Cláudia provoque a suspensão do pleito, marcado para o dia 4 de maio. “Até onde eu sei, ela (Cláudia) não pedirá a suspensão do pleito eleitoral”, reiterou Canindé.

Recurso – A partir das 14h30 desta terça-feira (22), passou a correr, no TSE, o prazo de tramitação do mandado de segurança, no qual perde a aplicação a ela, do artigo “16ª” da legislação eleitoral, válido para a candidata Larissa Rosado (PSB). 

A exemplo de Larissa, Cláudia teve o seu registro de candidatura negado pelo juiz Herval Sampaio.

O artigo, em referência, dá ao candidato sub-júdice, o direito de participar da disputa eleitoral por “conta e risco”. O mandado de segurança com pedido de liminar é uma decisão monocrática (não irá a plenário), e a expectativa da “Força do Povo” é de que o Tribunal Superior Eleitoral se pronuncie sobre o recurso, até quinta-feira, 24.

Cláudia teve a sua candidatura negada na Justiça Eleitoral de Mossoró e foi proibida de fazer campanha por ter dado causa à nulidade das eleições de 2012, tendo sido eleita e, mais tarde, condenada a perda do mandato de prefeito, além da perda dos direitos políticos por oito anos. Desde então, ela tenta, em vão, modificar a sentença.
22.04
15:22

Vereadora Izabel Montenegro critica ameaça de “vigilância” da Câmara

“Os poderes são independentes”, lembra edil
 
Por viver em um país sob o regime democrático e ter a consciência de que os poderes são independentes, a vereadora Izabel Montenegro (PMDB) condenou o noticiário de que as atividades dos vereadores seriam fiscalizadas nesse período eleitoral.
 
“Exijo respeito ao Poder Legislativo, pois tudo que acontece na cidade passa por discussão nesse plenário, por isso quero deixar meu protesto na intenção de outros poderes de intervir no trabalho dos vereadores”, alertou na última terça (15).
 
A vereadora lembrou que não permitirá que outro poder sequer tenha esta pretensão de ingerência. Assim como este poder também não pode interferir no trabalho de qualquer outro seguimento.
 
“Repito que os poderes são independentes e enquanto aqui estivermos não vamos nos calar, pois aqui estamos trabalhando para defender o povo da cidade e melhorias para a população no geral em Mossoró”, concluiu.
22.04
08:26

Larissa Rosado e Cláudia vão ao TRE

A terça-feira (22), pós-feriado de Páscoa, começa “quente” pras bandas de Mossoró, quando o assunto é eleição suplementar. Duas coligações baterão as portas do TRE, logo cedo.

As coligações Força do Povo, de Cláudia Regina (DEM) e Larissa Rosado (PSB), tentarão reverter as decisões em primeira instância, do juiz Herval Sampaio, que impugnou suas candidaturas.

A situação de Cláudia Regina é mais complicada, porque ela, sequer pode participar da campanha, já que ela foi considerada pela Justiça Eleitoral a causadora da nulidade das eleições de 2012.

22.04
07:57

Henrique reassume comando da Câmara

De volta ao Brasil, após dias na China, o deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB) reassume, nesta terça-feira (22), a Presidência da Câmara Federal.

Durante sua ausência, o cargo foi exercido pelo também deputado potiguar, Fábio Faria (PSD).

Ainda nesta terça, Henrique deverá convocar eleição para escolha novo primeiro vice-presidente da Câmara, cargo vago com a renúncia do titular, deputado André Vargas.

22.04
07:49

RN: policiais amanhecem terça em greve

A segurança pública do Rio Grande do Norte, que já é muito ruim, tende a ficar ainda pior a partir desta terça-feira (22). É que, nesse dia, a polícia militar poderá entrar em greve.

O comando de greve concentrará ações no Centro Administrativo, em Natal. As entidades dos grevistas esperam pelo diálogo com o governo para evitar a greve geral.

  •  Que assim  veja, pois, se com a polícia nas ruas do RN já vive o caos na segurança pública, sem os policiais trabalhando a situação se tornará definitivamente insustentável.

21.04
20:40

Prefeito homenageia líder comunitário

Categoria teve importância ressaltada pelo gestor municipal

O candidato Francisco José Junior homenageou o líder comunitário, no dia em homenagem à categoria reconhecendo que ela tem prestado serviços relevantes à cidade. Ao lado da ex-prefeita de Mossoró, Fafá Rosado (PMDB), do deputado estadual Leonardo Nogueira (DEM), do vereador Luiz Carlos (PT), de líderes comunitários e representantes dos 12 partidos que compõem a Coligação Liderados Pelo Povo, Francisco José Júnior (PSD) falou da importância dada, durante sua gestão interina, aos líderes das comunidades. 

"Em apenas 120 dias de governo, criamos o Gabinete Popular, para ouvir as reivindicações das comunidades. Como presidente da Câmara, criamos a Tribuna Popular", frisou. O deputado estadual Leonardo Nogueira (PMDB) falou da importância da parceria entre Prefeitura, lideranças comunitárias e da importância que Francisco José Júnior, como vereador e prefeito interino, deu aos líderes comunitários. 

"Ele fez muito pela categoria. É tanto que, hoje, 90% das lideranças comunitárias já declararam apoio a candidatura de Francisco José Júnior", disse, afirmando, logo em seguida, que a Coligação Liderados Pelo Povo tem o apoio de 80% dos Democratas, 80% dos peemedebistas e 15 vereadores. "Tudo isso porque ele, é reconhecidamente, o candidato mais preparado para administrar esta cidade", declarou. 

Logo depois da reunião com as lideranças comunitárias, Francisco José Júnior e Luiz Carlos seguiram para a casa da ex-prefeita Fafá Rosado (PMDB), onde acontece uma grande reunião geral de militância.
21.04
20:19

Sem candidato, “Força do Povo” não pode participar da campanha eleitoral

A coligação Força do Povo, que daria suporte à candidatura da ex-prefeita Cláudia Regina (DEM), impedida de fazer campanha porque sequer teve o pedido de registro de candidatura acatado pela Justiça Eleitoral, forra a “barra”. 

Quer entrar em “cena” (fazer campanha). De qualquer jeito. Na narra. Infringindo leis. Ditando regras. Impondo vontades. 

Não faz sentido. Ora, ora. Se a coligação partidária sequer tem candidato habilitado à campanha de 4 de maio, não se justifica a mesma cumprir agenda de campanha.

Sendo assim, a Justiça Eleitoral (leia-se juiz Herval Sampaio) está certíssima em vetar qualquer agenda de campanha da Força do Povo. A chapa Cláudia/Canindé não existe juridicamente.
21.04
20:08

Chove chuva, chove sem parar...

De repente, chove em Mossoró; chuva forte. Ótimo para amenizar o calorão que faz na Cidade. 

E, de quebra, trazer esperança de uma boa safra ao homem do campo.

19.04
19:47

Cinquentinha tem candidatura deferida; Josué é intimado a dar explicações

A Justiça Eleitoral deferiu o registro do candidato a prefeito de Mossoró, Raimundo Nonato Sobrinho _ o Cinquentinha _, e, igualmente, do seu vice, Ronaldo Garcia.

“Cinquentinha” _ como ele é mais conhecido _ é um dos cinco candidatos a prefeito na eleição suplementar de 4 de maio. Enquanto isso...

O candidato José Moreira tem 72 horas para provar que desincompatibilizou-se em tempo hábil, de função pública, a fim de ter o seu registro acatado pela Justiça Eleitoral.

19.04
11:15

Cláudia se “alia” a Sandra, “protege” Larissa e ataca prefeito Francisco José

Democrata cumpre promessa, dá “trabalho” à Justiça Eleitoral e tumultua processo político suplementar

Cassada e sem poder participar da campanha eleitoral, por ser inelegível e dar causa à nulidade das eleições de 2012, a advogada Cláudia Regina, DEM, adota uma postura “radical” _ e “esquisita” _, no processo político à eleição suplementar de 4 de maio. Cláudia “derrama” suas mágoas políticas numa pessoal: o prefeito Francisco José Júnior.

Mas, ao mesmo tempo em que elegeu o prefeito interino como alvo preferencial de sua “artilharia” judicial, Cláudia Regina adota uma postura diferente, “light”, em relação à adversária histórica, Larissa Rosado, do PSB. Mesmo inelegível e impugnada, Larissa segue em campanha, aguardando por uma liminar no TSE; sem ser importunada por Cláudia.

O foco judicial da ex-prefeita é Francisco José. Na última demanda judicial contra ele, Cláudia questiona a propaganda do candidato da “Liderados pelo Povo”, que estaria em discordância com o Código de Posturas do Município; noutra, defende a inelegibilidade de Silveira Júnior, alegando que ele deveria ter renunciado para se candidatar a prefeito.

E por aí vai... Mas, contra Larissa, nada, o que há de se estranhar. É que, a tragédia político-eleitoral vivenciada por Cláudia Regina, no momento, é fruto de ações judiciais da parte de Larissa, nas eleições de 2012, quando a democrata venceu o pleito, exerceu o cargo de prefeita por quase um ano, mas depois teve o mandato cassado, 22 vezes.

O histórico atual _ Desde o início do processo eleitoral suplementar, que Cláudia Regina e o grupo da deputada Sandra Rosado, mãe de Larissa, vem “trocando gentilezas”. Quando moveu a primeira ação contra Francisco José Júnior, foi o grupo de comunicação sandrista que “abriu as portas” para a ex-prefeita disparar sua “artilharia” contra o atual prefeito.

Até aqui, Cláudia tem “ignorado” a candidatura de Larissa, no plano judicial. Na prática, cumpre a promessa feita por ela na pré-campanha: “Vou dar muito trabalho”. De fato, dá mesmo. E parte para o “tudo ou nada”. A ideia dela parece ser tumultuar o processo eleitoral e entrar pela” porta dos fundos” na campanha suplementar, da qual foi excluída.

E mais que isso... Ao empanturrar a Justiça Eleitoral de processos contra Silveira Júnior, Cláudia Regina, talvez, procure alguma “falha” e/ou decisão jurídica contraditória, que possa alimentar sua defesa nos recursos que estão para ser julgados no TSE, em Brasília. As ações de Cláudia, alvejando Silveira, são similares as que ela perdeu o seu mandato.

O jogo político é “bruto”, e Cláudia parece disposta a transformá-lo numa “guerra” _ jurídica.

© 2009 Gutemberg Moura - A notícia com credibilidade. Todos os direitos reservados

Desenvolvimento: Micael Melo